O museu contemporâneo

Coluna da Biblioteca Pública Municipal de Formiga

O museu contemporâneo








O Dia Internacional dos Museus é celebrado anualmente em 18 de maio, sendo uma excelente ocasião para reconhecer e valorizar a importância dessas instituições culturais. Criado pelo Conselho Internacional de Museu (ICOM), um organismo que integra a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em 1977, esse dia busca sensibilizar o público sobre o papel dos museus na sociedade, através da promoção do acesso à cultura e preservando o patrimônio histórico e artístico sejam eles nacionais ou municipais.

Na  visão contemporânea , os ambientes museais  não  são apenas vistos  como “guardiões do passado”, mas como agentes de mudança e inovação, buscando formas criativas de envolver o público, seja através de exposições interativas, realidade virtual, programas educacionais online, espaços inclusivos, promovendo a diversidade numa tentativa de realmente representar as mais diversas culturas, tribos e abordando questões contemporâneas relevantes, como sustentabilidade, justiça social e direitos humanos.

Em Formiga, contamos com o Museu Francisco "Nhonhô" Fonseca, inaugurado em 5 de junho de 2003, ocupando o espaço que antes abrigava a Estação Ferroviária, sendo o seu acervo composto por uma variedade de objetos antigos, fotografias, obras de arte, documentos e outros artefatos que narram a história do município e região. E ao lado deste, há também o Museu Ferroviário

“ Dr. Teixeira de Freitas”.

O acervo da Biblioteca Pública Municipal Doutor Sócrates Bezerra de Menezes, situada na Praça São Vicente Férrer, número 140, Centro de Formiga, conta com diversos livros que narram as histórias sobre a prática museal no Brasil e no mundo e outras curiosidades sobre estes aparelhos culturais.